Tecnologia do Blogger.
RSS

Aluno com situação formado!

    

     Quem me conhece e acompanhou todo o processo do meu curso de Ensino Médio sabe como foi complicado para mim! 5 anos para ter essa conclusão não é pouca coisa. Alguns podem achar super fácil passar pelo ensino médio, rapidinho, 3 aninhos apenas e logo correr pra faculdade. E até pode ser. Mas para mim não foi.


     Eu tinha apenas 13, 14 anos quando tomei a decisão de fazer cursinho pra passar na UTFPR, uma universidade muito reconhecida pelo Brasil inteiro, e na época a minha cabeça pensava: "Ou você estuda lá ou em nenhum lugar!". E aí beleza, fiz cursinho por alguns meses, lembro que estudava o tempo todo, adorava estudar e não aguentava mais estudar na escola que eu odiava. Só que eu não passei no vestibular de verão e fiquei P. da cara, mas aí fiz um teste de bolsa pro ensino médio do meu cursinho mesmo e passei em primeiro lugar, bolsa de 100 %. Eu até gostava de lá, mas não me sentia bem ainda por não estar no lugar que eu queria estar. Aí que cometi o erro, mesmo sem estar estudando direto como no ano anterior, prestei o vestibular de inverno (metade do ano) pra tentar entrar na UT de novo, e VIVA! passei! Só que nem tinha ideia do me esperava nesses longos próximos 4 anos... O erro foi ter escolhido o Curso de Eletrônica só porque diziam ser o 'melhor' dos ofertados para o ensino médio, e escolhi esse apenas porque uma amiga minha tinha escolhido também. Só que eu não sabia o que era eletrônica, nem que não tinha nada a ver comigo.     No começo do curso até que foi tranquilo, continuava gostando de estudar, tentava aprender e prestar atenção nas aulas das matérias técnicas, mas aí lá pelo 4° período percebi que comecei a odiar o curso, queria sair dali o mais rápido possível e não via como, pois teria que começar todo o ensino médio de novo, já que lá as matérias são dividas em períodos e tempos diferente dos colégios normais. E também não tinha como continuar o cursos só com matérias do ensino médio, porque ou você fazia os dois juntos ou não tinha nenhuma conclusão. Então a partir do 6° período acho, passei a levar o curso 'nas coxas', não tanto as matérias normais, mas as técnicas eu já não aguentava mais, praticamente nem estudava hahaha.

     Eu sou uma pessoa que se preocupa muito com qualquer coisa antes da hora, sempre sofria por antecedência. Hoje em dia já tento deixar o tempo decidir e pronto. Quase desisti desse curso, quando peguei minha primeira dependência então, me desesperei! Ainda não tinha feito estágio, tudo estava dando errado e uma dependência para mim era o fim. Mas no final das contas deu tudo certo, fiz a dp, o pessoal da turma sempre me 'ajudava' (entenda-se ajudava como colas) e até hoje acho que essa dp só me serviu pra acontecer uma coisa muito especial: conhecer meu namorado LYMDO s2   

     O que me deixava mais triste era saber que só poderia ser aupair depois de ter esse maldito curso concluído, e aí eu já tinha 18 anos e não podia fazer nada além de esperar. Depois veio a greve pra piorar tudo e o que era pra ser terminado seis meses antes só foi agora. Também demorei pra começar meu processo de aupair, apesar de já ter decidido há anos, porque pensava que só podia depois do EM completo... fiquei enrolando mais de um mês pra fazer meu application, pois não sabia que podia ter feito tudo antes e só colocar a disponibilidade de viagem pra depois. Também ninguém sabia quando a greve ia acabar. Acontece que agora estou esperando família faz mais de um mês e podia já estar com família se tivesse feito tudo antes. Mas comecei a pensar que cada coisa tem seu tempo e agora estou mais calma. Quero aproveitar o tempo que ainda tenho com meu amorzitcho, família e amigos e aproveitar pra juntar mais dindin =)) Quando tiver que ser vai ser!

     Apesar de toda a raiva de mim mesma e arrependimento de certas escolhas, hoje fico grata por todo mundo que me ajudou a não desistir dessa merda desse curso, por todas as circunstâncias não permitirem isso também, pois agora me sinto realizada, terminei uma fase da minha vida que espero desde os 14 anos. O título de 'Técnico em Eletrônica' eu tenho quase certeza que nunca usarei, mas agora percebo que todo esse ensino médio valeu a pena e agora sei que não devo fazer coisas com as quais não me identifico ou não gosto.

O que resta é esperar o que mais essa vidinha tem pra me dar!

Amo vocês!


Patricia.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comentários:

Nadja disse...

Nossa, não sabia como tinha sido árduo este seu percurso até aqui. Só mostra como você é forte! E vai longe!!!
Beijoooos

Postar um comentário